Back to top
Prepare a sua viagem
É importante conhecer, logo desde o início, os três passos básicos para empreender o caminho da mobilidade, quer no que se refere a questões académicas básicas quer a requisitos legais e necessidades a cobrir.

1. Como posso gerir a mobilidade com a minha universidade ou centro?

  • Reconhecimento de programas/estadias no estrangeiro. Vai iniciar um programa de mobilidade noutro país e isso é porque há um acordo prévio entre a sua universidade ou centro de investigação e aquele para onde vai. No entanto, entre em contacto com o Departamento de Mobilidade e Programas Internacionais de Intercâmbio da sua instituição ou com a Agência Nacional para verificar se está tudo em ordem no que respeita à questão académica.

    É importante que verifique se o acordo de estudos/formação foi previamente aceite por escrito pelas instituições de origem e de acolhimento.

  • Nalgumas ocasiões, a sua universidade pode oferecer um seguro médico para estadias no estrangeiro (seguro de mobilidade internacional) ou algum outro serviço complementar.

    Verifique todas as ajudas e serviços adicionais que pode obter no seu país/instituição de origem desde o início do seu pedido.

2. Que requisitos me são pedidos no país de destino?

Cada país tem requisitos diferentes para aceitar estudantes, docentes e investigadores em mobilidade. Consulte o ministério do seu país e a embaixada ou consulado do país de origem para aceder à informação necessária sobre:

  • Vistos ou autorizações de residência.
  • Outros requisitos legais.
  • Vacinas necessárias.

Links de interesse:

 

3. De que vou precisar durante a mobilidade?

Durante a sua estadia no país de destino, deverá pensar em muitos aspetos da vida quotidiana, mas há 4 pontos que deverá ter em conta logo desde o início:

  • Alojamento. Interessa-lhe saber se a universidade tem acordos com residências ou serviços de alojamento alternativos. Se não for assim, saber como funciona o sistema de alojamento no país.
  • Seguro médico. Se não estiver coberto na origem, consulte companhias de seguros de saúde que operem internacionalmente para conhecer os seus serviços e ofertas.
  • Serviços financeiros. Informe-se para saber se é necessário ter uma conta no país de destino para receber o subsídio ou mobilidade ou se lhe serve a conta que já tem com a sua entidade financeira no seu país.
  • Ligações. O acesso à Internet e as ligações fixas e móveis têm diferentes coberturas e preços dependendo dos países. Recomendamos-lhe que se informe sobre as tarifas dos operadores do país de destino.

 

Nalgumas universidades ou centros de investigação há programas de acolhimento ou de acompanhamento para aqueles que iniciam um programa de mobilidade.